4 maneiras de usar Inteligência Artificial para entender as pessoas nas cidades

Vivemos um boom nas publicações de manifestações das pessoas em redes sociais e canais de interação social da Internet, agora propulsionado pela crise sanitária mundial que fez com que milhões de pessoas ficassem em casa em todo o mundo.

Se antes elas já usavam a Internet para manifestarem-se sobre temas variados, com a quarentena adotada a nível global, os canais digitais se tornaram fontes ainda mais relevantes para entender a experiência e percepção das pessoas sobre temas sociais e urbanos.

Mas, como é possível entender essa imensa quantidade de informação publicada o tempo todo na Internet?

A resposta para isso é: Inteligência Artificial. Com o avanço na tecnologia que permite às máquinas interpretarem textos escritos por nós, seres humanos, ficou muito mais fácil extrair informações relevantes dos posts de redes sociais para um entendimento mais profundo sobre o que dizem as pessoas na Internet.

Daoura destaca a seguir 4 exemplos práticos de como empresas e governos em quatro países da América do Sul podem entender o pulso das cidades e tomar decisões mais inteligentes, a partir da Inteligência Artificial.

1 - Medir o sentimento dos textos publicados pelos cidadãos

Expressamos sentimentos quando escrevemos. Esses sentimentos podem ser negativo, positivo ou neutro. Graças à tecnologia de detecção de sentimento Daoura, manifestações digitais sobre 10 cidades nas cinco regiões do país estão sendo analisadas sob a perspectiva de sentimento, para que se possa entender como em geral se manifestam seus cidadãos.

Distribuição dos sentimentos detectados nas manifestações das cidades brasileiras monitoradas.

2 - Entender concentração e distribuição das opiniões dos cidadãos por cidade ou região

Saber a diferença entre como pensam as pessoas em diferentes cidades de um mesmo país é importante para entender as diferenças regionais e tomar ações de acordo com as necessidades e prioridades de cada local. Esse é o caso do Chile, país em que a Daoura monitora mais de 14 cidades para entender como pensam as pessoas de diferentes regiões sobre o plebiscito constitucional, que será votado em outubro.

Distribuição dos conceitos "apruebo" (aprovo) e "rechazo" (rejeito) associados à nova constituição encontrados nas manifestações das cidades chilenas monitoradas.

3 - Detectar categorias que resumem os textos de acordo com o contexto urbano

Classificar as manifestações da Internet em categorias é importante para entender sobre qual temática as pessoas mais falam e como essa temática varia no tempo. A plataforma Daoura Insights faz essa categorização por dimensões urbanas (como, por exemplo, Saúde, Mobilidade, Educação e Segurança) e mostra concentrações e variações dessas categorias no tempo, para apoiar cidades de todos os tamanhos a entender onde moram as principais dores dos cidadãos. Algumas das principais cidades na Argentina já contam com esse monitoramento!

Frequência de manifestações por categorias urbanas detectadas em manifestações de cidades argentinas.

4 - Identificar palavras e expressões mais frequentes e relevantes nas manifestações

Saber as principais palavras e expressões mais frequentes em um conjunto de manifestações nos permite entender sobre o quê mais os cidadãos falam em uma cidade. Quando combinamos esse dado com o sentimento predominante nos textos que contém uma determinada palavra, podemos saber se esse tema é bem ou mal visto pela população de uma cidade. Cidades de norte a sul do Peru já são monitoradas pela plataforma Daoura Insights e identificam os principais temas e seus respectivos sentimentos.

Nuvem das palavras e expressões mais relevantes e seus sentimentos encontradas nas manifestações das cidades peruanas monitoradas.